Conto do último Encontro 20/02

Olá aventureiros,

 

Em primeiro lugar, gostaria de me desculpar com todos, pois achei a última sessão fraca, e acredito que um pouco tenha sido por mim e outro tanto pelo ponto onde acabou a aventura, já que começamos com um combate de boss e então partiram em uma viagem e paramos antes da chegada, com muito pouco RP, mas prometo melhorar na próxima…

 

Bem vamos aos fatos: Os aventureiros haviam chegado até uma porta guardada por dois hobgoblins, sendo que então invadiram a sala e depararam-se com uma grande caverna e no fundo, dois níveis acima, Maaqua estava conversando com seus comparsas. Invadindo a sala os aventureiros começaram o combate com vários hobgoblins e alguns goblins arqueiros. O comandante do exército hobgoblins tomou a frente de batalha, juntamente com o brutamontes pessoal de Maaqua, um gigante de pedra que foi “buffado” pela líder do clã com poderes de fogo. Durante o combate o bárbara acabou sendo amaldiçoado por Maaqua, enquanto que o Paladino tancava e destruía alguns hobgoblins, rolando dois 20 consecutivos, diga-se de passagem. O poderoso mago destruiu vários inimigos menores e acabou sendo banido para um semi-plano por Maaqua, somente retornando no final do combate. Novamente as flechas do halfling fizeram a diferença, não se preocupando com coberturas e atingindo seus inimigos com danos maciços. O Bardo/Clérigo/Senhordaguerra/Shaman…. fez seu trabalho mantendo o bárbaro em combate e aplicando punições a todos os inimigos que ousavam aproximar-se dele próprio. Com o combate quase ganho o bárbaro investiu contra Maaqua e com seu poderoso martelo conseguiu infligir dano suficiente para matá-la, mas seus poderes arcanos a manteve viva e ainda com forças para criar um portal e, ficando insubstancial, deixar aquele local de carnificina. Na sala de Maaqua os aventureiros encontraram a Grande Espada de Impiltur, objeto que estavam procurando. Ao deixarem a caverna, acabaram cruzando com uma das tropas de hobgoblins que voltavam das patrulhas e um novo combate foi travado.

Montados nos cavalos mágicos criados pelo mago, com auxílio do bardo, partiram em viagem e ao final do dia resolveram por descansar e, já no nível 13, foram surpreendidos por um demônio das sombras com fortes poderes psiquicos. Com liberdade no combate, o demônio passou a ferir a todos, principalmente o bardo o qual acabou caíndo em combate sob o ataque do bárbaro e do paladino, os quais estavam sob o domínio mental do demônio. O Mago deu uma de curandeiro e conseguiu fazer com que o bardo recuperasse o fôlego e voltasse ao combate. Por fim, o demônio acabou sendo subjugado pelo grupo.

O agora melhorado mago conseguiu criar pégassos mágicos para levar os aventureiros para Impiltur, sendo que quando cruzaram as fronteiras do Estado, um grupamento de cavaleiros em grifos abordou o grupo, destruíndo parte dos pégassos. O Bardo, em um sucesso em um teste de heráldica, reconheceu os brasões do grupo como sendo do exército de Impiltur e então abaixando sua arma usou de toda a sua diplomacia para por fim ao combate. Agora encontram-se aguardando a chegada de outros grifos para restituírem a espada ao grande conselho e assim por fim à iminente  guerra de Impiltur com Narfell.

 

Até nosso próximo encontro!!

Anúncios

One thought on “Conto do último Encontro 20/02

  1. tadá! isso dá música hein?

    a história dos 5 campeões de Uliun que invadiram e subjugaram sozinhos o clã Razonheart e recuperaram a espada que trouxe a paz entre Narfell e Impiltur…

    talvez um novo funk… ou um forró dessa vez…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s