Raskaron em debate

Hi folks,

Ponderando novamente sobre o PJ e conversando com o Mendes, percebi que se eu quero brincar de tático, dá pra melhorar muuuito nesse quesito – mas isso tem um custo: a minha cura seria menos poderosa.

Não que seja excelente ou sequer boa, mas com as mudanças, minhas curas não terão os +3 de carisma. Esse bônus faz diferença, mas pode valer o preço das melhorias, que vcs podem conferir no character builder da conta do insider:

– Os pontos de carisma seriam revertidos em destreza e sabedoria, para que fiquem cumpridos os pré-requisitos dos 2 talentos paragon, que são a parte principal da mudança. Dê-em uma lida nos 2 se for possível: polearm gamble e heavy blade opportunity (no caso, eu usaria uma polearm heavy blade = glaive). Aliás, o carisma pouco vinha refletindo o comportamento do meu personagem, e é pouco eficiente já que minha build não é inspiring ou resourceful, é tática!

– Mudança de espada+escudo para polearm, a fim de tornar o alcance da minha influência maior, portanto melhorando minhas manobras táticas.

Enfim, nem sou fã de otimização, mas essa possibilidade de combinação me mostrou que eu posso chegar mais perto do que eu idealizava pro meu PJ, tanto pela diversão quanto pela eficiência no que ele faz. Aguardo feedback.

Anúncios

9 thoughts on “Raskaron em debate

  1. então rapaiz… eu participei dessa mudança então nao tenho mais muito oq falar.

    Mas é aquilo neh? o líder não cura apenas… ele debufa bufa e “permite”… e esses dois ultimos é oq faz mais o warlord. Ainda mais o tático.

    Duas observações:
    – você ainda precisa curar. Ainda q seja pouco ou q não tenha mto bônus. Só de gastar o healing surge já vale.

    – o grupo tem q se adaptar. Pq desse jeito acho q o combate vai ficar mais rápido e “suicida”: ao mesmo tempo q causaremos mais dano, seremos mais vulneráveis. Então todos devem estar cientes disso e adaptados. Das duas uma: ou todos ficam mais auto-suficientes ou todos ficam extremamente causadores de dano…. eu acho

  2. éé, também a mudança parte do princípio que o toti tbm vai curar com a escolha de paragon
    que a reduçao da cura não é em quantidade de poderes de cura, mas de 3 pontos em alguns poderes
    ee que isso deve valer pela eficiencia que se vai ganhar, pq aí bateremos mais, teremos menos chance de apanhar com isso, necessitando menos curas, que continuarão em quantidade
    resumindo a mecanica: quando algum inimigo se aproxima de mim e fica adjacente, eu dou um at-will de grátis, sendo que meus at-wills: dão melee basic +4 de dano; ou empurra e dá melee basic ou shift 4. ou seja, poderemos causar mais dano fora de nossos turnos.

  3. Olá, estive estudando a matéria e tenho alguns comentários…

    Com relação às curas, fico com o que o Mendes falou. Não se pode diminuir a quantidade de curas, já que a grande quantidade dos pv curados vem dos pulsos e dos dados extras. Com o Toterion tendo também alguns poderes de cura ou pelo menos concedendo pontos de vida temporários, fica compensado o -3 do Rascaron.

    A necessidade de autosuficiência de todos é também digna de nota, e tenho a dizer que o mais preocupante seria o Erick, já que não possui tecnicas avançadas de defesa, resistência ou cura, somente dano, um montão de dano. Mas já tivemos uma prova, graças ao Erick, que o ataque pode realmente ser a melhor defesa, já que o Erick, quase que sozinho, derrobou, em um único turno, o Troll, uma criatura bruta que poderia causar grandes danos ao grupo.

    Com relação à autosuficiência do Drab, ele tem boas defesas, exceto reflexo, mas tem poderes utilitários que podem elevar bastante todas as suas defesas, fazendo com que ataques certeiros o errem. Outro fato que afasta os inimigos é que normalmente quem o ataca acaba também tomando dano e ainda o fato de que ele trabalha muito bem enquanto está sangrando faz com que seja bom que ele fique neste estado.

    Mas diante do pedido do Diogo, sobre mudanças nas táticas do Rascaron, acho que se elas ocorrerem, também deveria trocar um poder, para ser mais uma escolha do Rascaron, quando do ataque dele, veja o porque:

    Pesquisei e notei o seguite sobre os ataque básicos:

    Erick: +17 / 1d10+12
    Toterion: +16 / 1d10+8
    Drab: +15 / 1d8+9 ou +16 / 1d4+9

    Como o meu ataque básico é o mais fraco do grupo, poderia reciclar a rajada de gelo, meu único ataque à distância (que pode ser usado omo ataque básico à distância), por um poder que pode ser usado como ataque básico corpo-a-corpo que deixaria meu ataque em +16 e o dano em 1d4+14 e caso o inimigo me ataque, tomaria ainda +5 de dano livre.

    Tai minha opinião.

    • Estive pensando melhor e acredito que a rajada de gelo deve ser o único ataque à distância de TODO O GRUPO, e se eu a reciclar, ficariamos restritos aos ataque corpo a corpo….

      • eh… melhor deixar os ataqs pro zé… e talvez pro toterion se necessário XD

  4. É ai que eu falo que aquele grupo do meu mago é foda…cada um faz sua parte, o striker da dano, o leader bufa e cura, o tank tanka, e eu boto fogo em tudo no final. so isso basta pra fazer um bom grupo….reflitam^^

  5. mas entao alguem obrigatoriamente teria que jogar com um clérigo, shaman, ou algo que cure tanto quanto
    eu nao to disposto, alguém tá?
    talvez a nova estratégia dê certo, né? vamo tentar

    sobre a rajada de gelo, acho legal manter, deixa os MBA pro striker e pro tanker

    • vamos, vamos tentar.

      Eu estaria disposto se eu não gostasse tanto do meu PJ, ainda mais daki pra frente.

      Aliás, vo curah até câncer. Preparem-se.

      Di, faz a curva bem-feita e deixa que a traseira vem junto (brocardo caminhoneiro).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s