Raskaron, O Demônio da Areia

Aí tá o Raskaron, gente! No paragon, em Dark Sun, e com as rushing cleats!!!

Raskaron, O Demônio da Areia

Anúncios

Pedidos para o Gnomo

Lista para todos postarem pedidos para o gnomo alquimista, Nami.

Lembrando que ele não sabe fazer de tudo, mas mesmo assim, não custa tentar. Além do mais, diz ele que vai fazer desconto.

(obs.: o conto do último encontro fica a cargo do mestre)

Trilha Exemplar (discussão)

Oá companheiros, tendo em vista que o grupo está às margens de alcançar as tralhas exemplares, e que já estávamos conversando sobre o assunto, resolví criar esta postagem para tirar dúvidas e comentar-mos as escolhas de nossos companheiros.

Estou mandando a minha no comentário.

Espólio!!

Galeraids do Grupo do Urso-CUruja, aí vai o que a gente reuniu e vendeu (a 50% do preço) nessa última aventura:

  • 5.700 p.o. + 1.400 (venda marota da espada trovejante)
  • Esquemas de Guerra (pergaminhos: 15.000 p.o.)
  • Pedra do Golem (10.000 p.o.)

Total parcial: 32.100

35 a menos!

  • Throwing shield
  • Counterstrike leather +2
  • Darkforged wyvernscale +3
  • Wyvernscale of Ice +3
  • Berserker battleaxe +3
  • Dragonslayer battleaxe +2 (sugiro voltarmos na caverna do dragao verde com isso em mãos)
  • Final Word battleaxe +? (total: 3, SIM, ISSO MESMO, 3 battleaxes!!!!)
  • Vigilant longsword +3
  • Resistance Cloak (botei na roda, caso alguém queira…)
  • Amulet of Warding -> Erik? (anotei como vc pegando zé, mas ve aí se vc vai ficar ou nem
  • Drowhouse insignia +3 (esse tbm, afinal, vc vai ficar com ou nem?)
  • Magic Staff +3

Itens apoderados:

  • Wyvernguard shield -> Toti
  • Runic earth hide +3 -> Toti
  • Ravencloak +2 -> Raskaron
Enfim, alguém mais quer vender alguma coisa?
Abss

Raskaron em debate

Hi folks,

Ponderando novamente sobre o PJ e conversando com o Mendes, percebi que se eu quero brincar de tático, dá pra melhorar muuuito nesse quesito – mas isso tem um custo: a minha cura seria menos poderosa.

Não que seja excelente ou sequer boa, mas com as mudanças, minhas curas não terão os +3 de carisma. Esse bônus faz diferença, mas pode valer o preço das melhorias, que vcs podem conferir no character builder da conta do insider:

– Os pontos de carisma seriam revertidos em destreza e sabedoria, para que fiquem cumpridos os pré-requisitos dos 2 talentos paragon, que são a parte principal da mudança. Dê-em uma lida nos 2 se for possível: polearm gamble e heavy blade opportunity (no caso, eu usaria uma polearm heavy blade = glaive). Aliás, o carisma pouco vinha refletindo o comportamento do meu personagem, e é pouco eficiente já que minha build não é inspiring ou resourceful, é tática!

– Mudança de espada+escudo para polearm, a fim de tornar o alcance da minha influência maior, portanto melhorando minhas manobras táticas.

Enfim, nem sou fã de otimização, mas essa possibilidade de combinação me mostrou que eu posso chegar mais perto do que eu idealizava pro meu PJ, tanto pela diversão quanto pela eficiência no que ele faz. Aguardo feedback.

Conto do último encontro – dia 22/04

Já faz tempo demais que estamos nas cavernas sob a Pedra Fendida. Tempo demais.

Kalahad guiou-nos pelos túneis úmidos e quentes em busca do dispositivo histórico que teria a capacidade de cerrar os túneis estratégicos, impedindo a passagem das hordas que vivem do outro lado das montanhas.

Raskaron chegou a cair em combate com um dragão negro e ardiloso, mas o espírito ceifador de almas cumpriu sua palavra trouxe o nosso comandante de volta ao mundo dos vivos.

Enfim chegamos ontem a uma construção anã e nos reanimamos novamente com as esperanças de que o dispositivo esteja protegido em algum lugar dentro dela. Após um rápido combate com alguns monstros que guardavam a entrada, e ainda após passarmos por uma sala com um golem de ferro e uma armadilha de dardos envenenados, nos aventuramos pelos corredores do lugar.

Rumando para o Leste, deparamo-nos com um templo de Moradin, então profanado por um grupo composto por alguns Corrompidos Enfurecidos e um Troll de Guerra. Os Corrompidos renderam-se como covardes logo após eu ter dilacerado a cabeça do Troll com minhas mãos quando notei a debilidade do monstro devido aos ataques de Erick, o ranger.

Com a fuga dos Corrompidos, vasculhamos o templo em busca de algo que nos fosse útil. Encontramos uma parede secreta que se abriu ao ativarmos um dispositivo nas estátuas. Do tesouro encontrado fiquei com o escudo de escamas de dragão.

Em minha forma de Sentinela da Terra, pude entrar em contato com os espíritos do local e fui investido de sabedoria antiga dos anões que, como eu, inspiram-se no poder da própria terra e das pedras para adquirirem força, resistência e determinação.

Dando sequêcia à exploração, rumamos ao Oeste, onde encontramos uma espécie de dormitório. Lá lutamos com vários Corrompidos, inclusive aqueles que haviam fugido de nós anteriormente, além de um ser assassino vindo do Pendor das Sombras. Após o longo combate encontramos um baú com quinze mil peças de ouro, bem como uma série de documentos com anotações, pelas quais deduzimos que alguém pagou para ter um exército de mais de mil shadar-kais e máquinas de guerra.

O combate foi extremo. Antes de triunfarmos chegamos muito próximos da derrota e por isso Drab e eu concordamos em não mais demonstrar misericórdia com esse tipo de criatura.

A urgência da situação nos motiva a continuar. Mas faremos isso após descansarmos: fizemos muitos combates e nossos recursos agora estão escassos demais para prosseguirmos.

Agora resta descobrirmos o que há atrás da porta do Norte, que tem um leão insculpido e, até o momento, não conseguimos abrir. Espero que encontremos logo a chave da porta e o mecanismo para impedir a passagem pelos túneis.